quinta-feira, 4 de julho de 2013

PARA VOCÊ QUE ACHA QUE A CORRUPÇÃO ESTÁ SÓ DO SEU LADO DE FORA

Tente ler inteiro, vai....!

A corrupção vai além da política
30/06/2013 - Carolina Avansini
Folha de Londrina
Normalmente associada à esfera governamental, prática está enraizada no comportamento dos brasileiros, que em muitos casos recorrem ao 'jeitinho' para obter favorecimentos
Nos cartazes empunhados pelos manifestantes que tomaram as ruas do Brasil nas últimas semanas, muitos dizeres e frases de efeito pedem o fim da corrupção. A prática é sempre associada aos políticos. Especialistas ouvidos pela FOLHA advertem, porém, que a mesma está presente em diversas esferas da sociedade, inclusive na prática de recorrer ao "jeitinho brasileiro" para obter vantagens sobre outras pessoas.
Para o doutor em Filosofia Clodomiro José Bannwart Júnior, professor adjunto do Departamento de Filosofia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), corrupção "é uma degeneração, um afastar-se da retidão, sejam leis ou valores, partilhados pela sociedade". Está presente em várias esferas e é praticada por agentes públicos e se observa nas ações cotidianas das pessoas, o que envolve desde tentar subornar policiais de trânsito até a compra de produtos piratas, furar filas, roubar sinal de TV a cabo ou aceitar troco errado.
"A sociedade brasileira tem uma certa tolerância em relação aos valores que inibiriam a corrupção, o que se vê também no campo político, quando vemos candidatos já condenados sendo novamente eleitos", opina, ressalvando que essa realidade não indica que a cultura brasileira seja corrupta. "A corrupção é mensurada por atos e condutas das pessoas", explica.
As advogadas Caroline Thon, conselheira da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Londrina, e Regiane de Oliveira Andreola Rigon, conselheira estadual da OAB e professora de Direito Eleitoral, consideram que corrupção é toda forma de tirar vantagem indevida - seja praticada por particular ou pessoa jurídica - causando prejuízo a outros. As denúncias sobre a prática focam principalmente os agentes políticos, como ficou evidente nas manifestações que tomaram o Brasil nas últimas semanas, mas, segundo as advogadas, a corrupção existe em todas as esferas da sociedade. "Relaciona-se com a ideia de esperteza, de tirar vantagem em tudo. São valores que colaboram para a generalização da corrupção", consideram.
Práticas para exemplificar essa realidade não faltam. "A sonegação de impostos também tira recursos que seriam investidos em políticas públicas e é tão nociva como o desvio de verbas públicas", dizem. Observam ainda que as pessoas sempre se colocam como "vítimas" da corrupção, mas, em muitos casos, são coniventes. "Só há compra de votos porque existe quem venda", alertam, acrescentando que outra prática comum, que incentiva a corrupção, é votar para obter benefícios.


Nenhum comentário: