quarta-feira, 30 de março de 2011

Ajuda Certa


Texto Bíblico


Salmo 18


Na minha angústia, invoquei o Senhor, gritei por socorro ao meu Deus […] e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos. —v.6

Mais de cem anos atrás, o filósofo ateu Friedrich Nietzche censurou um grupo de cristãos com as seguintes palavras: “Eca! Vocês me enojam”. Quando o porta voz dos cristãos perguntou por que, Nietzsche respondeu: “Porque vocês, redimidos, não parecem remidos. São tão cheios de temor, tão domina dos pela culpa, tão ansiosos, tão confusos e tão sem direção quanto eu. Mas eu posso ser assim. Eu não creio. Não tenho nada sobre o que lançar minha esperança. Mas vocês afirmam ter um salvador. Por que não parecem salvos?”. “Se você tiver essa consciência, por favor, avise seu rosto!”.

O rei Davi sabia quem era o seu aliado. No Salmo 18:6, ele afirmou, “Na minha angústia, invoquei o Senhor, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha voz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos.” Não há maior ajuda em nosso momento de necessidade do que Deus. Somente Ele pode nos conduzir através das provas e crises da vida, e temos Sua palavra que Ele nunca nos deixará nem nos desamparará (Hebreus 13:5).

 Aprendemos que o Senhor é o nosso “aliado forte”
Versos 1 e 2 - Eu te amo, ó SENHOR, força minha. O SENHOR é a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo em que me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte.


Quem tem a forte convicção não teme ficar arrasado por alguma crise da vida, porque sabe que a sua Rocha, Libertador, Rochedo, Escudo e Força é o mesmo Senhor que livrou a Davi nas suas guerras e jamais deixou o seu servo sem socorro e alegria.


Assim também é conosco. Quem ama e crê de fato no Senhor tem essa força e será capaz de sair de qualquer cilada desta vida. Ame ao Senhor de todo o teu coração e faça de tudo para conhecê-lo mais. Não desperdice uma só oportunidade de crescimento.


 Na angústia ou no desânimo chegue-se ao Pai
18.6 Na minha angústia, invoquei o SENHOR, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha voz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos.


É muito comum as pessoas serem acometidas por crises e então desanimar na fé. O curioso é que quando alguém fica doente, não deixa de procurar o médico! Pelo contrário, corre em busca de ajuda nos hospitais.


Assim também deve ser conosco. Note que a Bíblia diz de forma muito forte: o meu clamor penetrou os ouvidos do Senhor. Ele tem muita habilidade em nos socorrer em tempo oportuno. Saímos-nos mais fortes do que chegamos à crise.


Não podemos deixar justo Aquele que pode nos socorrer quando mais precisamos. Quando vem o desânimo ou crise, busquemos a comunhão da igreja para sermos fortalecidos.

Medite no poder do nosso Pai para fortalecer sua fé
18.7 Então, a terra se abalou e tremeu, vacilaram também os fundamentos dos montes e se estremeceram, porque ele se indignou.
18.8 Das suas narinas subiu fumaça, e fogo devorador, da sua boca; dele saíram brasas ardentes.
18.9 Baixou ele os céus, e desceu, e teve sob os pés densa escuridão.
18.10 Cavalgava um querubim e voou; sim, levado velozmente nas asas do vento.
18.11 Das trevas fez um manto em que se ocultou; escuridade de águas e espessas nuvens dos céus eram o seu pavilhão.
18.12 Do resplendor que diante dele havia, as densas nuvens se desfizeram em granizo e brasas chamejantes.
18.13 Trovejou, então, o SENHOR, nos céus; o Altíssimo levantou a voz, e houve granizo e brasas de fogo.
18.14 Despediu as suas setas e espalhou os meus inimigos, multiplicou os seus raios e os desbaratou.
18.15 Então, se viu o leito das águas, e se descobriram os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, SENHOR, pelo iroso resfolgar das tuas narinas.

A Bíblia diz que nosso Pai não mede esforços para honrar a fé daqueles que são Seus. Basta clamar a Ele!

Seria sábio examinar mais uma vez a oração de Inácio de Loyola.
Seus discípulos, ao longo do tempo foram reinterpretando e reescreveram o que ele dizia: “Trabalhe como se tudo dependesse de você. E ore como se tudo dependesse de Deus”. Certíssimo, não é mesmo? NÃO. O original dizia: “Trabalhe como se tudo dependesse de Deus, e ore como se tudo dependesse de você”.


Será que Inácio escreveu o rascunho original e depois de captar o sentido surpreendente da parábola do fazendeiro e da semente de Marcos 4.26-33?


Qualquer que seja a resposta, fico me perguntando o que aconteceria em minha vida se eu trabalhasse como se tudo dependesse de Deus e orasse como se tudo dependesse de mim. Acredito que estaria seguro e livre de preocupações no ministério como nunca antes, sabendo que ele é o agente primordial, e eu oraria com uma urgência e uma seriedade sem precedentes. (Brennan Manning, Convite à Solitude, p. 73).


Conclusão
Quando a crise surgir, não precisamos estar sós. Temos a ajuda certa. Podemos depender de Deus como o maior aliado que poderíamos ter. Apóie nele. Nossa maior esperança aqui é ter ajuda de Deus lá do alto.

sábado, 26 de março de 2011

Lendo Brennan Manning...

Do livro: Convite à Solitude

Quando Max Planck recebeu o Premio Nobel pela descoberta da teoria quântica, ele disse: ao olhar para trás e perceber o longo e labiríntico percurso que por fim conduziu à descoberta, sou vividamente lembrado da afirmação de Goethe de que os homens sempre cometerão erros enquanto estiverem empenhados em alguma atividade.

Como você sabe, ainda que o cristianismo nos traga uma mensagem de cruz, de redenção e de pecado, não estamos dispostos a admitir que fracassamos na vida. Por quê? Por causa dos mecanismos de defesa da natureza humana. Por causa da imagem de bem sucedidos que nossa cultura exige.

Há alguns problemas sérios com essa história de projetarmos a imagem perfeita. Em primeiro lugar, simplesmente não é verdade – nem sempre somos felizes, otimistas ou no controle da situação.

Em segundo lugar, projetar a imagem impecável nos impede de alcançar as pessoas que acham que simplesmente jamais as entenderíamos.

Em terceiro lugar, ainda que pudéssemos viver sem nenhum conflito, sofrimento ou erros, seria uma existência irrelevante. O cristão com profundidade é a pessoa que fracassou e aprendeu a viver com seu fracasso.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Legalzinho

DOZE CONSELHOS



PARA TER UM INFARTO FELIZ !!!



Dr. Ernesto Artur - Cardiologista



Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente.



1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias.



2 Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.



3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.



4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.



5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.



6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes..



7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.



8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro , enferruja!!. .rs)



9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado.. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.



10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo.



11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.



12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.



Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens.

Duvido que voce não tenha um belo infarto se seguir os conselhos acima!!!



IMPORTANTE:





OS ATAQUES DE CORAÇÃO



Uma nota importante sobre os ataques cardíacos..

Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo(direito). Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes.



Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, não se levantaram... Mas a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.



Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (192, 193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro.. NÃO SE DEITE !!!!



Um cardiologista disse que, se cada pessoa que receber este e-mail, o enviar a 10 pessoas, pode ter a certeza de que se salvará pelo menos uma vida !

sexta-feira, 18 de março de 2011

SIGA AS INSTRUÇÕES

Texto Bíblico:
Mateus 7:24-29
Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. —Mateus 7:24


Quebra-Gelo:
Você ficou chocado/a com a tragédia do tsunami japonês?


Introdução:
Um dos hábitos na minha casa a ser seguido com cuidado é guardar as bulas dos remédios. São tantos que guardamos que quando precisamos de um, a bula faz diferença entre ter ou não ter que comprar um novo. Ali estão as instruções de uso e das medidas das doses.
É fácil pensar que não precisamos de instruções para nossas vidas, somente para mais tarde percebermos que arruinamos tudo. Foi exatamente por isso que Jesus advertiu que seguir Suas instruções é a maneira de pessoas sábias construírem uma vida segura, sólida e significativa (Mateus 7:24-29).


Desenvolvimento
Jesus acabara de dizer à multidão que o ouvia para andar mais uma milha, dar a outra face, perdoar os inimigos, e vender seus tesouros para que pudessem dar aos pobres (Mateus 5:39-44). Mas só receber as instruções não é suficiente. A chave é segui-las.
Assim como as bulas dos remédios são úteis para vivermos, a palavra do Senhor nos dá direção certa para vivermos fortalecidos. Neste contexto Jesus fala das tempestades. Aqueles que não subsistem a elas são os que não levaram a sério as orientações dadas por Ele.


Como podemos ter uma vida bem sucedida segundo a Palavra de Deus?
1)- Seguindo suas instruções
7.24 Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;
7.25 e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha.

As crises e os testes de fé vêm e quem pratica a Palavra está sempre preparado para enfrentar esses momentos. Jesus disse que está conosco em todas as circunstâncias e suas promessas eternas nos fortalece no viver diário.
Ouvir somente e não praticar o conhecimento que recebemos enfraquece nosso caráter e a fé. Portanto, quando estiver em momentos de crise e o Espírito Santo o lembrar das palavras de Jesus, fique firme e comece a orar e ler a Bíblia, sem esmorecer. Aguarde o cumprimento das Palavras de Jesus.


Como podemos ter uma vida bem sucedida segundo a Palavra de Deus?
2)- Rejeitar uma fé fraca e superficial
7.26 E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; 7.27 e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína.
A fé superficial não resiste às tempestades e não persevera. Se você está começando na vida com Jesus, faça o propósito de conhecer e praticar tudo o que Jesus disse na Bíblia. Não se preocupe se vai conseguir ou não, pois se você orar receberá toda a ajuda necessária que vem do Senhor.
Muitas pessoas não conseguem sobreviver aos testes de fé. As crises e as tribulações vêm e não estão preparados para enfrentá-las, pois é pouco o conhecimento da Palavra e a fraqueza os faz sucumbir. Logo abandonam ao Senhor e voltam a viver como antes.


Como podemos ter uma vida bem sucedida segundo a Palavra de Deus?
3)- Alimentar sua vida espiritual
Medite nestas palavras do Pastor Bowen: Para não extinguir o Espírito você deve estudar constantemente para conhecer a Palavra de Deus. Você precisa distinguir com o máximo de cuidado entre as sugestões dEle e as sugestões do seu próprio coração enganoso. Você se lembrará constantemente dos ofícios do Espírito, da forma como são descritos por Cristo no Evangelho de João. Você se guardará contra movimentos impulsivos, atos impensados, palavras precipitadas. Você permanecerá em oração. Busque a Palavra. Confesse a Jesus em todas as ocasiões possíveis. Procure a companhia do seu povo. Fuja da conformidade com o mundo, suas modas vazias, suas convenções sem sentido. Seja escrupuloso em suas leituras. “As coisas que vos digo, digo-as a todos: vigiai!” Tenham óleo em vossas lâmpadas. “Não extinguem o Espírito”.


Conclusão
Aqueles que ouvem e não praticam as palavras de Jesus são “tolos” (v.26). Para construir uma vida firmada na rocha, siga as instruções de Jesus e você verá que sua vida não se abalará quando as tempestades vierem.




Pr. Fábio
www.estudoparacelula.zip.net

terça-feira, 15 de março de 2011

Manual de Instruções

Para não extinguir o Espírito você deve estudar constantemente para conhecer a mente a Palavra de Deus. Você precisa distinguir com o máximo de cuidado entre as sugestões dEle e as sugestões do seu próprio coração enganoso. Você se lembrará constantemente dos ofícios do Espírito, da forma como são descritos por Cristo no Evangelho de João. você se guardará contra movimentos impulsivos, atos impensados, palavras precipitadas. você permanecerá em oração. Busque a Palavra. Confesse a Jesus em todas as ocasiões possíveis. Procure a companhia do seu povo. fuja da conformidade com o mundo, suas modas vazias, suas convenções sem sentido. Seja escrupuloso em suas leituras. “As coisas que vos digo, digo-as a todos: vigiai!” Tenham óleo em vossas lâmpadas. “Não extinguem o Espírito”.

Bowen.

quinta-feira, 10 de março de 2011

A construção da nossa vida...

Os andaimes formam as construções. Os momentos e os anos de nossas vidas terrenas são andaimes. O que estamos construindo neles? Que tipo de estrutura surgirá quando os andaimes forem retirados? Os dias e os anos são nossos; que eles possam dar-nos algo que a eternidade não possa tomar – um caráter construído segundo o amor de Deus em Cristo, e moldado à sua semelhança.

Será que sua vida o tem ajudado a fazer isso? Caso positivo, você aproveitou o melhor da vida, e ela está completa, qualquer que seja o numero de seuis dias. A qualidade, não a quantidade, é o que determina a perfeição de uma vida. Será que sua vida é completa?

Alexander MAclaren

quinta-feira, 3 de março de 2011

Convite à solitude

Este livro do Brennan é mais um daqueles que edificam nossa espiritualidade de modo apaixonante. Leia um trecho do capitulo um:

Convite à Solitude

Qual é a qualidade de meu compromisso de fé? Há uma dinâmica e um desenvolvimento? Está vivo e em constante crescimento? Fé é um relacionamento pessoal e genuíno com Jesus. Como todo relacionamento de amor entre seres humanos, esse relacionamento com Deus jamais pode ser estático, desgastado, estagnado, prestes a morrer. Quando a Escritura, a Ceia, e o ministério se tornam uma rotina, estão, na verdade, à beira da morte.

Fé evangélica é a antítese da falsa religiosidade, aconchegante, confortável. Fé significa que você deseja uma intimidade cada vez maior com Jesus Cristo. Se nos tiverem de criticar a fé, que seja pelas razoes certas. Não porque somos demasiadamente emotivos, mas porque não somo ssuficientemente emotivos. Não porque nossas paixões sejam tão poderosas, mas por serem, tão fracas. Não porque somos demasiadamente afetivos, mas porque falta amor profundo, apaixonado, sem reservas pela pessoa de Jesus Cristo.

“Shalom, esteja em paz. Eu compreendo seus temores, suas falhas, seu dilaceramento. Não espero que seja perfeito. Já passei por tudo isso. Está tudo bem. Você tem o meu amor. Não precisa pagar por ele, nem pode merecê-lo. Espero encontrar mais falhas em você do que você espera ver em si mesmo. Você só precisa se abrir e receber. Apenas precisa deizer sim ao meu amor – um amor alem de tudo o que você seja capaz de intelectualizar ou imaginar”.

terça-feira, 1 de março de 2011

O TESTE SUPREMO

Leia este testemunho:

Enquanto visitava um especial servo de Deus, observei as anotações escritas nas margens de várias páginas de sua Bíblia. Curioso, indaguei: “Algumas pessoas sublinham versículos que julgam serem especiais, contudo percebo que você anotou datas ao lado de certos versículos”.
“Sim, ao longo dos anos tenho tido a oportunidade de provar a Palavra”, explicou.
“O que Deus registrou em Sua Palavra é totalmente digno de confiança. A despeito disso, tenho tido o privilégio, vez após vez, de experimentar de forma pessoal algumas dessas promessas nas circunstâncias mais adversas”. Ele, então, abriu sua Bíblia para mostrar-me as várias datas que foram anotadas ao lado de versículos que ele julgava especiais: 12/02/46, 20/07/52 e ainda 09/10/68.
Ele prosseguiu: “Parece que a cada nova experiência, Deus concede que uma determinada promessa ganhe novas dimensões para mim. Isso me deixa profundamente maravilhado. Tenho certeza de que continuarei a experimentar muitas de Suas promessas até aquele dia em que hei de contemplá-lO face a face”.

Enquanto folheava sua Bíblia, ele acrescentou: “Acho que deveria esclarecer que não seleciono versículos (promessas) aleatoriamente, quando eles chamam minha atenção. Não ouso colocar a planta dos meus pés (por assim dizer) sobre um versículo a menos que Ele, de maneira especial, o tenha vivificado para mim. Assim, o versículo deixa de ser uma verdade impressa em uma página para se tornar luz no meu espírito. Dessa forma, posso pacientemente esperar que o próprio Deus cumpra determinado versículo. Quando penso que estou provando a Deus em Sua palavra, na verdade, é Ele quem está me provando”.

Veja um exemplo: alguns anos atrás, a seguinte história chegou ao mundo ocidental vindo de um país da cortina de ferro. Na época, agentes secretos da polícia prenderam um obreiro cristão. Pouco depois de sua prisão, ele foi conduzido de sua cela para a sala de interrogatórios, onde estavam um oficial e um médico assentado à volta de uma mesa. Sobre a mesa havia uma Bíblia aberta. Ordenaram ao prisioneiro que se assentasse. O interrogatório teve início. Eles lhe perguntaram: “Você acredita que este livro é a Palavra de Deus?” Ele respondeu: “Sim”.
O oficial, então, pediu-lhe que lesse um determinado versículo, era Marcos 16:18. O obreiro leu: “...e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal”.
“Você acredita que este versículo também faz parte da Bíblia?”, o oficial interpelou. O cristão respondeu: “Sim”.

Assim, o oficial colocou sobre a mesa um copo cheio, e explicou: “Neste copo há um forte veneno. Se o livro estiver certo, como você insiste, bebê-lo não lhe causará nenhum dano. Para mostrar-lhe que não estamos blefando, veja isto”. Foi então que o oficial trouxe um cachorro enorme e o fez beber aquele veneno. Em poucos instantes, o cão caiu morto. O oficial olhou para o cristão e perguntou: “Ainda afirma ser verdadeiro este livro que você chama ‘Palavra de Deus’?”
O cristão mais uma vez respondeu, ”Sim, é a palavra de Deus! É verdadeiro”.
Sob o olhar atento do médico, o oficial comunista finalmente gritou: “Então beba tudo!”.
O cristão sabia que aquele era o teste supremo. Pediu permissão para orar antes de beber. Ajoelhou-se perto da mesa, pegou o copo e orou por sua família – para que permanecessem firmes na fé.

Também orou pelo oficial comunista e pelo médico, para que encontrassem a Deus e se tornassem cristãos. Então, ao final de sua oração acrescentou: “Ó Senhor, vistes como eles te desafiaram. Estou pronto para morrer, mas pela Tua Palavra creio que nada irá me acontecer. Se teu plano for diferente, estou pronto para encontrar-Te. Minha vida está em tuas mãos, como desejas. Que seja feita a Tua vontade”.
Com essas palavras aquele prisioneiro levantou o copo e bebeu. O oficial e o médico ficaram surpresos. Não imaginavam que o cristão beberia o veneno por acharem que ele se renderia. Olhavam atentos, esperando que o prisioneiro sucumbisse como o cachorro.
Segundos transformaram-se em minutos. Minutos pareciam horas. O silêncio tomou conta da sala. Todos aguardavam a inevitável morte.

Após vários minutos de espera, o médico foi o primeiro a se mover. Segurou o braço do cristão e tomou seu pulso, que estava normal. Procurou por outros sintomas, mas não os encontrou.
Demonstrando surpresa e espanto, o médico prosseguiu com o seu exame, mas não conseguiu encontrar nenhum vestígio de leões. O exame prosseguiu. O médico ficou mais e mais surpreso. Finalmente, assentou-se bruscamente em sua cadeira. Após alguns instantes, tirou de seu bolso a carteirinha do partido e, rasgando-a, jogou-a ao chão.
Depois, tomando a Bíblia em suas mãos, disse: “De hoje em diante, também acreditarei neste livro. Com toda a certeza, ele é verdadeiro. Estou pronto para crer em Cristo que fez tamanha coisa diante dos meus próprios olhos”.

Nessa experiência, aos provar a Palavra de Deus, o obreiro cristão também foi provado. Ambos foram provados. Imagino que nosso Pai celestial contemplou esse incidente com um sorriso de aprovação. Com toda certeza, esse obreiro cristão poderia agora colocar uma data ao lado daquele versículo em sua Bíblia.
Enchemo-nos de temor ao reconhecer quão grande é a hostilidade do homem para com Deus e Sua Palavra. No entanto, em momentos de crise como aquele da história, Deus demonstrará que Ele é fiel para com Sua própria Palavra.

Pai, não é de admirar que o nosso Senhor Jesus veementemente anunciou: “Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra” (Mt 5:18). Quão grande apreço tens pela Tua própria Palavra! Não tenho agora a graça para morrer, entretanto, quando precisar dela, Tu suprirás tudo que preciso... Tal como fizestes com Teu servo que bebeu o copo com veneno. Amém!

(...) porquanto o que vale é estar o coração confirmado com graça (...) Hb 13:9b
Fonte: Pr. DeVern Fromke - A Janela mais Ampla de Deus.