sábado, 27 de março de 2010

Encarcerado

Texto Bíblico

2 Timóteo 2.1-10
Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros. Vv. 1 e 2


2 Timóteo 2:1-10
…estou sofrendo até algemas, como malfeitor, contudo, a palavra de Deus não está algemada. —v.9


Qual a sua maior dificuldade na vida?

Introdução
A autobiografia de Jean-Dominique Bauby, The Diving Bell and the Butterfly (O Escafandro e a Borboleta), descreve sua vida após passar por um derrame cerebral que o deixou com a “Síndrome do Encarceramento”. Embora estivesse quase que totalmente paralisado, Bauby foi capaz de escrever seu livro piscando sua pálpebra esquerda. Um ajudante repetia um alfabeto cifrado até que Bauby piscasse, escolhendo a letra da palavra que estava ditando. O livro precisou de 200.000 piscadas para ser escrito. O autor usou a única habilidade física que lhe restava para se comunicar com os outros.


Desenvolvimento
Podemos ler em 2 Timóteo como Paulo experimentou uma espécie diferente de “síndrome do encarceramento”. Sob prisão domiciliar, o apóstolo soube que sua execução poderia ser iminente. Com isto em vista, ele disse a Timóteo: “…estou sofrendo até algemas, como malfeitor, contudo, a palavra de Deus não está algemada” (2 Timóteo 2:9). Apesar de seu isolamento, Paulo recebeu os visitantes, escreveu cartas de encorajamento, e alegrou-se com a propagação da Palavra de Deus.
Para alguns de nós, as circunstâncias podem nos isolar do contato com outras pessoas. Estar preso a um leito de hospital, cumprindo pena na prisão ou confinado, pode nos fazer sentir que experimentamos nossa própria “Síndrome do Encarceramento”.
Se isto está acontecendo com você, reflita e ore para descobrir algumas maneiras para alcançar outras pessoas. Lembre-se de que muitas delas estão morrendo perdidas!

Alcançamos outras pessoas quando:

1)- Somos fortificados na graça
2.1 Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus.
2.2 E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros.

Não conseguimos falar do que não temos vivido. Muitas pessoas são distantes de Deus porque não são fortificados na graça, no conhecimento do Senhor Jesus Cristo. Quando ouvimos uma palavra na Igreja e de outros irmãos/ãs, temos que refletir e viver pela Palavra de Deus.
A Bíblia diz que precisamos nos fortificar na graça. Orar, ler a Bíblia e congregar são as disciplinas espirituais que nos fortificam na graça. Você tem se esmerado nisso? Tem se aplicado na vida espiritual como tem feito na escola, no trabalho ou seguindo um programa de TV?

Alcançamos outras pessoas quando:

2)- Não nos envolvemos com negócio deste mundo
2.4 Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou.
2.5 Igualmente, o atleta não é coroado se não lutar segundo as normas.
2.6 O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a participar dos frutos
.

Quando uma pessoa não leva a vida com Jesus a sério ela não leva ninguém à salvação. Os negócios deste mundo dizem respeito a uma vida descompromissada com a Palavra de Deus. O discípulo de Jesus tem como objetivo fazer a Sua vontade. Jesus mesmo dizia não fazer sua própria vontade mas a daquele que O enviara.
As normas do Reino são viver para Deus. Ele cuida da nossa vida terrena. Quando nos envolvemos com Jesus, ele se envolve conosco. Isso nada tem a ver com parar de trabalhar, lutar e fazer planos; mas de não ter o coração posto neste mundo. Pessoas cheias de interesses neste mundo não tem tempo para Deus.


Alcançamos outras pessoas quando:

3)- Testemunhamos
2.8 Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho;
2.9 pelo qual estou sofrendo até algemas, como malfeitor; contudo, a palavra de Deus não está algemada.
2.10 Por esta razão, tudo suporto por causa dos eleitos, para que também eles obtenham a salvação que está em Cristo Jesus, com eterna glória.

Paulo Testemunhou. Ele estava preso mas não podia deixar de falar da obra que Jesus havia feito na sua vida. Pregar o evangelho era a sua missão. Jean-Dominique Bauby testemunhou, mesmo na sua deficiência. Ele não podia se movimentar nem escrever, mas falava através do amor.
E você? Quando foi a ultima vez que testemunhou da sua nova vida em Cristo para alguém? Jesus nos chamou para ir e pregar o evangelho fazendo discípulos. Não é uma opção, mas um mandamento a todos nós. E ele mesmo nos oferece subsídios para isto: sua Palavra e Seu Espírito que convence o mundo do pecado.


Desafio
Somos muitos abençoados na saúde, na prosperidade e na liberdade. Não estamos presos (a não ser pelo pecado) nem confinados. Podemos orar e testemunhar da vida abundante que Jesus Cristo nos deu. Vamos por as mãos no arado e continua a obra do Senhor.

Nenhum comentário: