sábado, 26 de dezembro de 2009

Mais Jesus, menos religião

O livro que indico ao lado, é uma manual de seriedade cristã. Ontem li o capítulo 9: A VIDA COMO ELA É - Uma fé sadia é vulnerável.

Fala sobre os nossos fracassos e a nossa disposição em entregá-los a Jesus. Ninguem está isento de nada nesta vida. Jesus nos deu a oportunidade de sermos verdadeiros, sem máscaras, sem tentar nos proteger por trás de uma fachada que sabemos ser falsa.

"Mas é confessando os pecados - não os negando - que ficamos livres para aprender, a partir dos nossos erros. A aceitação do fato de nossas pecaminosas tendências humanas nos leva à percepção da necessidade que temos de um Salvador. Ao receber a Cristo, os cristãos reconhecem que a perfeição pessoal jamais poderá ser alcançada nesta vida. Cristãos saudáveis querem evitar o pecado, mas eles não estão temerosos de cometer um pecado a tal ponto que deixem de provar da graça de Deus. A fé sadia aceita nossa total humanidade e é recompensada com paz e serenidade. Com Deus no controle, você não tem nada a perder por ser real - exceto seu orgulho. E isso é bom!".

Nossa deficiência é compensada pela suficiencia de Cristo nas nossas vidas!
Shalom.

Nenhum comentário: