quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Spurgeon ainda fala...


É um perigo ser próspero. Para o cristão, a provação da adversidade é uma  experiência menos severa do que o cadinho da prosperidade. A capacidade humana é insuficiente para carregar com a mão firme o cálice transbordante de gozo mortal; mas Paulo havia aprendido essa habilidade, pois declara: "Em todas as coisas estou  

É um perigo ser próspero. Para o cristão, a provação da adversidade é uma experiência menos severa do que o cadinho da prosperidade. A capacidade humana é insuficiente para carregar com a mão firme o cálice transbordante de gozo mortal. Paulo havia aprendido essa habilidade, pois declara: "Em todas as coisas estou instruído, tanto a ter abundância como a padecer necessidade".

 O que acontece muitas vezes é que, quando estamos muito supridos das dádivas providenciais de Deus, temos pouco da sua graça; contentes com a terra, ficamos satisfeitos sem o Céu. Com certeza, é mais difícil saber estar farto do que saber ter fome; porque a natureza humana tem uma inclinação desesperadora para o orgulho e o esquecimento de Deus. Cuide de orar a Deus, pedindo que Ele lhe ensine a "ter abundância".
Shalom.

Nenhum comentário: