domingo, 8 de maio de 2016

pregação deste domingo, 08


A unidade da Família

ARA

A excelência da união fraternal

Cântico de romagem. De Davi



Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba,a barba de Arão,e desce para a gola de suas vestes.É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião.Ali, ordena o SENHOR a sua bênçãoe a vida para sempre.



Se eu preciso dar um nome a esta mensagem, sugiro:



SÓ JESUS NA CAUSA



Algumas coisas na vida e na bíblia são espantosas:

- A unidade na Trindade. Essa sincronização é maravilhosa!



- A unidade na família

Como pode um Pai/Mãe/Filhos, tão diferentes, serem unidos?



- A unidade na Igreja

Como pode um povo, de mamando a caducando, idiossincrático, permanecerem juntos? É um milagre.



São 3 realidades interessantes.





O AUTOR DA UNIDADE – O PAI

Oh! Como é bom e agradável

viverem unidos os irmãos!



Deus preparou a unidade através do seu Filho.

O apóstolo Paulo nos orienta a preservar algo que já foi providenciado por Deus e é guardado pelo Espirito: a unidade (Efesios 4.1-3)











NTLH

A Igreja é o corpo de Cristo
Por isso eu, que estou preso porque sirvo o Senhor Jesus Cristo, peço a vocês que vivam de uma maneira que esteja de acordo com o que Deus quis quando chamou vocês. Sejam sempre humildes, bem-educados e pacientes, suportando uns aos outros com amor. Façam tudo para conservar, por meio da paz que une vocês, a união que o Espírito dá.
ARA
A unidade da fé
Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz;



Ouço com frequência frases como: “Devemos buscar a unidade; precisamos realizar atividades que desenvolvam a unidade; temos que nos aproximar de outras igrejas para cultivar a unidade...”. Tais expressões revelam o pensamento de que somos capazes de produzir união entre os filhos de Deus. Não se pode guardar algo que não existe. O apóstolo Paulo nos exorta a preservar algo que já é uma realidade na Igreja, e não a buscar formas de criar o que não existe.

Mas como podemos falar de unidade quando vemos tantas divisões e opiniões diferentes no meio do Povo de Deus? Mas observe a exortação que serve de base para a nossa reflexão. Ela inclui palavras como humildade, mansidão, suportar uns aos outros e ser pacientes. Estas não são frases que falam de um trabalho de construção, mas são, antes de tudo, atitudes necessárias para ser mantida a unidade do Espírito no vinculo da paz.



A unidade não é algo natural em nós, mas uma realidade sobrenatural, com sua origem o Espírito Santo. Não conseguimos produzir nem desenvolvê-la. Só podemos experimentá-la como uma manifestação da presença de Deus em nós. Podemos ser unidos porque o Pai, o Filho e o Espírito Santo formam uma perfeita unidade. Estando unidos na Trindade, por meio do Filho, a unidade será transmitida a povo.



O que podemos fazer? A verdade é que rompemos a unidade por meio de atitudes de soberba, altivez, egoísmo e impaciência. Por isto, os caminhos para a restauração não são os projetos para produzi-la, mas o arrependimento. A unidade é preservada pela eliminação das atitudes erradas. Para que ela se manifeste em sua total plenitude, precisamos deixar de lado as tendências individuais e abrir caminho para que o espírito de amor e mansidão, que vem do Senhor, comece a operar em nossos corações.



Cabe assinalar que a unidade é uma condição espiritual e não mental. Nós a entendemos muitas vezes como uma uniformidade, isto é, todos pensando da mesma forma e fazendo as mesmas coisas. Com isto em mente, organizamos eventos e chamamos o povo a participar, para assim mostrarmos a existência da unidade na Igreja.

Era isto que a igreja de Jerusalém queria impor a Paulo e Barnabé. Essa uniformidade não admite diferenças, mas a verdadeira unidade permite que um Pai, um Filho e um Espirito convivam em perfeita harmonia, embora sejam diferentes um do outro.





A ALTERNATIVA DO PAI – O FIHO

É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba,a barba de Arão,e desce para a gola de suas vestes.



A unidade só é possível em Cristo. A harmonia na família só será possível em Cristo.

Não ore para que seu marido/esposa mude, o filho, um parente. Ore para que eles recebam Cristo.

Não haverá pessoas iguais, mas pessoas que se submetem a Jesus para serem transformados.



Jesus Cristo também nos faz um.

João 17.20-21.

20 Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; 21 a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.



POR QUE O ÓLEO ERA PRECIOSO?

Para isto precisamos entender Êxodo 30.22-24

22 Disse mais o SENHOR a Moisés: 23 Tu, pois, toma das mais excelentes especiarias: de mirra fluida quinhentos siclos, de cinamomo odoroso a metade, a saber, duzentos e cinquenta siclos, e de cálamo aromático duzentos e cinquenta siclos, 24 e de cássia quinhentos siclos, segundo o siclo do santuário, e de azeite de oliveira um him. 25 Disto farás o óleo sagrado para a unção, o perfume composto segundo a arte do perfumista; este será o óleo sagrado da unção.



Verso 23, o material precioso do Óleo

- 500 siclos de Mirra – Símbolo do Pai

- 250 siclos de canela (Cinamomo) perfume símbolo da morte

- 250 siclos de cálamo – Cana quebrada de beira de rio. O símbolo da ressurreição

- 500 siclos de acácia – símbolo do Espirito Santo



500 – Número da perfeição

250 – Símbolo do corpo partido de Cristo

Temos aqui a morte e a ressurreição sendo apontados para este óleo precioso, que cai na cabeça de Arão para produzir o que é agradável.



O bom perfume de Cristo, da Unidade, que gera nossa aproximação.

Sem cruz não há unidade.



- Jesus Cristo veio tirar o que gera divisão, características do desamor.

Arrogância, soberba, inveja, ciúmes, fofoca, calunia, mania de censurar. Tudo isto desintegra. Unidade só pelo milagre da obra da cruz,



- Por isso que a Bíblia diz “o que desce”, e não o que “sobe”.

O evangelho desce. Vejamos os graus de nobreza deste mundo:

Em ordem crescente de importância: escudeiro>cavaleiro>baronete>sir>barão>Visconde>Conde barão>conde>marquês>duque>grão duque>arquiduque>infante>príncipe>grão-príncipe>príncipe real>príncipe imperial>príncipe regente>rei>imperador....Deus.

Esse “Deus” que temos, desce e lava pé!!





O EXECUTOR DA UNIDADE - O ESPÍRITO SANTO

É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre.



ORVALHO DE HERMOM

- SIGNIFICA FRESCOR E  HUMILDADE REVIGORANTE PARA OS MONTES. ORVALHO TIPIFICA O ESPIRITO SANTO transportando refrigério para irmãos reunidos em toda a terra.



O EXEMPLO DO AVÔ MATANDO ABELHAS

Matou 1, matou 2, mas quando chegou no enxame, o neto pediu que matasse. “se eu matar uma delas, as outras virão sobre nós”.

Assim é quando estamos unidos. O diabo não pega ninguém!





CONCLUSÃO

Você deseja paz na sua família?

Você deseja união na sua família?

Você deseja que esse as brigas, as confusões entre os membros da sua família?

Você deseja que não haja rancor e ressentimentos que tem minado sua família?

Então não ore para que eles mudem de atitudes, mas para que Jesus entre nessas vidas.

A unidade não é algo natural em nós, mas uma realidade sobrenatural, com sua origem o Espírito Santo. Não conseguimos produzir nem desenvolvê-la. Só podemos experimentá-la como uma manifestação da presença de Deus em nós. Podemos ser unidos porque o Pai, o Filho e o Espírito Santo formam uma perfeita unidade. Estando unidos na Trindade, por meio do Filho, a unidade será transmitida às pessoas à nossa volta.


Nenhum comentário: