quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O povo da esperança



O justo jamais será grandemente abalado; Não viverá temeroso, esperando más notícias: Seu coração está seguro e nada temerá. Generosamente reparte o que possui com os pobres. Salmo 112

 

Meu Deus! Quanta notícia ruim!! Essa foi a exclamação ontem que eu e minha esposa tivemos ao assistir o jornal pela TV. Morte de um time inteiro de futebol, de Chapecó; Economia do Brasil encolhendo sem parar; desemprego em alta; Congresso mergulhado em corrupção, aprovando medidas protecionistas na madrugada. É muita coisa. Será que as nossas crianças vão ter algo de sobra?

O que fazer? Agarrar-nos em oração e na esperança. Mais do que nunca é saber que o único caminho é o discipulado verdadeiro que resulta em: no que depender de nós, haja um caráter aprovado; um forte desapego a esta terra, mas enquanto aqui estiver, apontar Aquele que é a solução para a alma corrompida. Denunciar o errado e fazer o que é certo, mesmo com danos próprios. E orar e vigiar mais do que nunca. Trazer o céu para baixo! E como consequência, não supervalorizar as más notícias, pois nosso coração está seguro e nada temerá!

E como alento, vale a pena meditar nas palavras de Spurgeon:  Há várias maneiras de promover a vigilância cristã. No meio do descanso. Os cristãos devem conversar a respeito dos caminhos do Senhor. Cristão e Esperança conversam enquanto viajam rumo à Cidade Celestial: "Para evitar a sonolência neste lugar, entremos num bom discurso". Os cristãos que se isolam e andam sozinhos estão muito sujeitos a ficar sonolentos. Tenha companheiros cristãos, e isso vai mantê-lo acordado, renovado e encorajado a progredir mais depressa no caminho para o Céu.

Que o Senhor te Abençoe.  Pr. Fábio

Nenhum comentário: