segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A parabola do semeador 2

A FÉ TIPO SOLO ROCHOSO


A Parábola do semeador traz muita clareza para os que querem se achegar aos pés de Jesus para ouvir sua explicação sobre o sucesso ou o fracasso da vida espiritual.

O sucesso, segundo a bíblia é paz consigo, com Deus e com as circunstancias ao seu redor. É a certeza dos pecados perdoados e da vida eterna.

O Fracasso é o vislumbre desse sucesso, mas não consumar a plenitude que está em viver esse evangelho. É voltar à velha vida e à velha natureza.

2- PESSOAS COMO AS SEMENTES QUE CAÍRAM EM SOLO ROCHOSO

4.16 Semelhantemente, são estes os semeados em solo rochoso, os quais, ouvindo a palavra, logo a recebem com alegria.


4.17 Mas eles não têm raiz em si mesmos, sendo, antes, de pouca duração; em lhes chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandalizam.

1)- As do solo rochoso são guiados pela emoção festeira

Eu tinha um tio que foi uma muito importante em minha infância. Era o Oreste. Ele era muito festeiro. Seu prazer era gastar todo o seu dinheiro promovendo festas para os amigos. Estes se aproveitavam muito dele e por fim ele acabou a vida sem dinheiro nenhum, e muito murmurante. Minha avó dizia: “o este veio aqui com aquela cara feia!”.

Existem muitas pessoas assim. Gostam de uma festinha, de uma emoção alegre. Quando Jesus contou sobre as pessoas como a semente que caiu em solo rochoso, pensou em gente assim: tudo é festa no começo. Estes recebem a Palavra com muita alegria, pois algo novo se descortinou para eles. Mas como em tudo na vida, têm grande tendência em terminar buscando outro motivo para reavivar a alegria assim que as provações aparecem.

2)- As do solo rochoso não deixam a palavra criar raízes

As pessoas que foram exemplificadas por Jesus como a de “solo rochoso”, não se aprofundam em nada. Elas começam um curso e não terminam; não conseguem ficar muito tempo em um emprego, numa igreja; não conseguem segurar um relacionamento por muito tempo e consequentemente confiam por pouco tempo na Palavra de Deus, porque percebem que as coisas de Deus são um pouco “demoradas”.

Esperar para que sejam respondidas as suas orações é pedir demais para as pessoas de fé como solo rochoso.

3)- As do solo rochoso não suportarão as provações

O Ex primeiro ministro da Nova Zelândia, S.G. Holland afirmlou: “A fé retira o veneno da aflição, extrai o ferrão da perda e elimina a ardência da dor; apenas a fé pode fazer isso, pois dá poder às pessoas”.

As provações deverão fazer afluir esse efeito nas pessoas, e não o contrário. O Desafio da Palavra para nossas vidas é que deixemos a vida com Deus criar raízes profundas em nossa vida. Por isso é importante saber que:

A Fé geralmente nasce das dificuldades

Se você está passando por dificuldades, permita-se usar a fé como forma de reagir a elas. Henri Nouwen disse que este “é o grande diálogo de sua vida: reconhecer e crer que os muitos eventos inesperados não são apenas interrupções desagradáveis de nossos projetos, ma o meio pelo qual Deus nos molda o coração e nos prepara”.

A fé não só pode ajuda-lo a atravessar uma crise, mas também a encarar a vida depois dos momentos difíceis com uma perspectiva nova. Pode ajuda-lo a adotar um olhar de esperança e coragem, através da fé, diante da realidade.

A Fé que não é colocada à prova não é confiável

A fé só pode proporcionar-lhe paz e força se não for superficial. Quanto mais profunda a fé, maior é seu potencial para conduzi-lo em tempos difíceis. Como disse o rabino Abraham Heschel: “ a fé como a de Jó não pode ser abalada porque é resultado de muitos abalos”.

O psiquiatra vienense Victor Frankl foi um dos sobreviventes das atrocidades nazistas. Ele passou os anos de 1942 a 1945 nos campos de concentração de Auschwitz e Dachau. Certa vez Frankl disse: “Enquanto a fé debilitada é enfraquecida pelas dificuldades e catástrofes, a fé sólida é ainda mais fortalecida”. Apesar dos horrores que ele testemunhou e do tratamento que sofreu, sua fé não enfraqueceu – foi aprofundada.

PARA DESENVOLVER A FÉ

Coloque Deus em todas as situações

Há uma história a respeito de um homem que dirigia velozmente um carro numa estrada montanhosa. Ele teve de fazer uma curva repentina, e o veículo foi na direção do precipício. Quando o carro saiu da pista, o motorista conseguiu se segurar num arbusto que nascera na encosta, enquanto o carro se espatifou centenas de metros abaixo dele.

- Socorro! – ele gritou – Alguém pode me ouvir? – um eco foi a única resposta.

- Deus, o senhor pode me ouvir? – ele exclamou.

De repente, as nuvens se moveram e uma voz como de um trovão disse: - Sim, eu posso ouvir você.

- O senhor vai me ajudar?

- Sim. Vou ajudá-lo. Você crê em mim?

- Sim. Eu Creio no senhor.

- Você confia em mim?

- Sim, sim, eu confio no senhor. Por favor não demore.

- Se você confia em mim, largue o arbusto – disse a voz de trovão.

Depois de um longo período de silencio, o homem gritou: - Tem mais alguém que possa me ouvir?

Se você não quer sucumbir nas provações, coloque Deus em todas as situações da sua vida. Chegue-se a Deus e ele se achegará até você!

Aproxime-se de pessoas de fé

Você se torna mais confiante dependendo das pessoas que o cerca. Se você deseja aumentar a sua fé, passe tempo com gente que coloca a sua fé em prática. Aprenda com essas pessoas. Descubra como elas pensam.

Conclusão/Desafio

Jesus contou esta parábola descrevendo os tipos de pessoas que viriam a crer nele. Ao meditar nas suas palavras, fica o desafio de buscar a força do Espírito para seguir vigiando e com intenso desejo de não estar à beira do caminho. O desejo do Pai é que cada filho e filha viva abundantemente. Você deseja isto para sua vida?

Nenhum comentário: