sábado, 10 de outubro de 2015

Discipulo de Cristo

 

"Geralmente evitamos o discipulado radical sendo seletivos: escolhemos as áreas nas quais o compromisso nos convém e ficamos distantes daquelas nas quais nosso envolvimento nos custará muito. Porém, por Jesus ser o senhor, não temos o direito de escolher as áreas nas quais nos submetemos à sua autoridade"

Assim começa este precioso livro de John Stott, que começo a ler e a ministrar, primeiramente a mim mesmo, depois à igreja.

Vamos juntos estar "em-disciplina"?

Nenhum comentário: