sábado, 12 de maio de 2007

A influência das mães tementes a Deus




Provérbios 31.10, 23-31
Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra. Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores. A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro. Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente! Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas.


O Exemplo
Muitas pessoas foram ricamente abençoadas com o que aprenderam no colo de suas mães. Considere John e Charles Wesley. Seus nomes provavelmente nunca teriam iluminado as páginas da história se não fosse por causa de sua mãe temente a Deus , que lhes ensinou que a lei do amor e do testemunho cristão deveria ser o seu guia diário.
Suzana Wesley orava por uma hora, todos os dias, pelos seus 17 filhos. Alem disso, tomava cada um dos filhos à parte por mais uma hora a cada semana, a fim de compartilhar questões espirituais com eles. Não é de admirar que John e Charles foram usados por Deus para trazer bênçãos ao mundo inteiro.

Aqui estão algumas normas que ela seguiu, ao treinar seus filhos: domine a vontade própria da criança e faça isto com a ajuda de Deus. Ensine-a a orar logo que ela aprenda a falar. Não lhe dê nada pelo qual grita e chora, e dê-lhe somente o que é bom, se ela pedir de forma educada. Para evitar a mentira, não castigue nenhuma falta que a criança confessar espontaneamente, mas nunca permita que um ato pecaminoso de rebeldia fique sem punição. Elogie e recompense o bom comportamento. Cumpra rigorosamente todas as promessas que você fizer ao seu filho ou filha.
Hoje, vamos honrar nossas mães tementes a Deus, não somente com palavras de louvor – mas com vidas que refletem o impacto da sua santa influencia.

MULHERES NO MINISTERIO DE JESUS
Maria, mãe de Jesus – Mt 1.18-2.23; Mc 3.31-35; Lc 1.26-2-52; João 2.1-5; 19.25-27; At 1.14
Maria Madalena – Mt 27.56,61; 28.1; Mc 15.40,47; 16.1,9; Lc 8.2;24.10; João 19.25; 20.1-18
Maria e Marta de Betania Lc 10.39-42; João 11.1-45; 12.1-7

Mulheres perdoadas por Jesus:
A mulher de má fama – Lc 7.36-50
A mulher adultera – João 8.1-11

Mulheres curadas por Jesus:
A sogra de Pedro – Mt 8.14-15; Mc 1.29-31; Lc 4.38-39
A mulher hemorrágica Mt 9.20-23; Mc 5.25-34; Lc 8.43-48
A filha de Jairo – Mt 9.18-19,23-26; Mc 5.21-24,35-43; Lc 8.40-42,49-53; Lc 8.40-42,49-56
A mulher estrangeira – Mt 15.21-28; Mc 7.24-30
A mulher aleijada – Lc 13.10-17
Mulheres elogiadas por Jesus:
A mulher Cananéia – Mt 15.21-28
A viúva pobre – Mc 12.41-44; Lc 21.1-4

Outras:
A mulher de Samaria – João 4.1-42
A viúva de Naim – Lc 7.11-17
As mulheres de Jerusalém – Lc 23.27-31

A Mulher que Jesus Elogia
21 E, partindo Jesus dali, foi para as partes de Tiro e de Sidom.
22 E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.
23 Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.
24 E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
25 Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!
26 Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos.
27 E ela disse: Sim, SENHOR, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.
28 Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.

• A Bíblia conta a história de uma “mulher Cananéia”. Esta palavra cana significa “frágil”. Esta mulher, como todas, era marcada pela fragilidade: física e social. Física porque é considerada aquela precisa de cuidado; social porque naquele tempo a mulher não tinha voz para nada, e como hoje, muitas vezes era responsável por cuidar de uma família inteira!

• Mas ela tinha características que movem o que ela quiser!
a- Era insistente – v 22. Não existe ninguém neste mundo que consiga algo sem insistência, perseverança e atitude. As mulheres de Deus são insistentes. Se aquelas que são insistentes nas coisas ruins e satânicas conseguem algo, imagine aquelas que são sabias e santificadas por Deus! Elas movem a sua família, seus amigos, sua sociedade!
Aquela mulher Cananéia tinha um objetivo, uma meta: a de salvar sua filha! Quantas de vocês tem uma meta e a desejam alcança-la?

b- Era humilde – v 25. A humildade nos coloca aos pés de Jesus. Mães que transformam o mundo estão aos pés de Jesus! Diz a Palavra de Deus: SEMELHANTEMENTE, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra; (I Pedro 3 : 1)

c- Era sábia – v 27 – Jesus elogiou aquela mulher pela sua sabedoria. TODA mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios 14 : 1)

d- Como resultado disso, consegue “tudo o que quer!” – v.28. Você mãe, quer conseguir tudo o que quer? Então você sabe o seu lugar, elogiado e indicado por Jesus: AOS SEUS PÉS!

Shalom!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Uma benção esta pregação. Flávio

Anônimo disse...

Peço visitas no meu site mulheresvirtuosas.com e também participação no fórum mulheresvirtuosas.forumeiros.com
esse é um trabalho em pról de muitas almas para o Senhor Jesus!!