terça-feira, 28 de abril de 2015

Notas de pregação do último Domingo, 26

Cogitando as coisas do mundo
Marcos

8.33   Jesus, porém, voltou-se e, fitando os seus discípulos, repreendeu a Pedro e disse: Arreda, Satanás! Porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.

8.34   Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.

8.35   Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.

8.36   Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

8.37   Que daria um homem em troca de sua alma?

8.38   Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos.

·         Jesus tinha acabado de expor cuidadosamente  sobre a Necessidade de sofrer, ser rejeitado e morto.
·         Depois de fazer uma explicação cuidadosa, Pedro o repreende por causa da compaixão humana.
- amor
- apego
- dependência
- “grudentismo”
- afeto humano
- preservação da vida terrena

Tudo isto se constitui numa dependência da alma humana pelas coisas e pessoas deste mundo. Não significa que precisamos nos transformar em robôs para viver, mas muitas vezes isto deixa de ser uma dependência saudável para uma dependência doentia. Isto leva as pessoas a dependerem das coisas deste mundo e não de Deus. Aquele que supre as nossas deficiências humanas e a necessidade de provisão.

·         DESVIANDO DOS PROPOSITOS DE DEUS
Jesus tinha exposto claramente o evangelho, que é o plano redentor preparado pela Trindade. Isto envolvia sacrifício, justiça e entrega do Filho de Deus. Era a vontade de Deus expressa em um relato claro de Jesus Cristo. Então Pedro começou a incentivar o Senhor a sair fora desse propósito.
Jesus então parou tudo o que estava fazendo e percebeu a capa do humanismo de Pedro, sua dissimulação humana, mesmo com boa vontade, e o classificou claramente de DEMONIACO.
Toda vez que saímos da Palavra de Deus nos tornamos fazedores da vontade do Diabo.
Jesus disse que a perfeição consiste em fazer a vontade do Pai. Nem ele, com toda a sua sabedoria dedicava-se a viver como queria. Imagine nós!

Joao 5.30   Eu nada posso fazer de mim mesmo; na forma por que ouço, julgo. O meu juízo é justo, porque não procuro a minha própria vontade, e sim a daquele que me enviou.

Toda vez que fazemos o que queremos, acabamos mal. Você já teve uma experiência assim?

·         COGITANDO AS COISAS DE SATANÁS
Segundo Jesus Cristo, toda vez que fazemos o que queremos, somos pegos servindo ao Diabo. Servir ao diabo é procurar a destruição da nossa vida. O mundo serve ao diabo e aos seus interesses.

1 João 5.19 -  Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno

Jesus nos arrancou deste mundo. O mundo tem que sair de nós.
Gálatas 1.4   o qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai,

E nos devemos andar conforme a Luz do mundo, que é cristo, buscando a sua vontade.
João 8.12   De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.

A DINAMICA DA SEMENTE.
Um Pai chega na fazenda pega um punhado de umas frutas vermelhas venenosas que encontrou em muitos lugares da fazenda e diz aos filhos: filhos, eu quero o bem de vocês e não o mal. Estas frutas parecem bonitas mas são venenosas. Se vocês comerem, vao morrer. Fiquem longe delas.
Assim também é Deus. Ele diz: o mundo exige que vocês se tornem um bagaço e depois vai jogar vocês fora. Se andarem neste mundo, embora não podemos sair dele, vocês vão sofrer mais que cachorro de mendigo. Mas se andarem na luz do meu Filho, vao extrair o melhor desta terra.

·         A VERDADEIRA VIDA ESTÁ EM PERDER A SUA E GANHAR A DE CRISTO
Marcos 8.35   Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.
Perder a sua vida é tomar a Cruz dia após dia e recusar a viver por si mesmo, mas por Cristo.
Tomar a sua cruz não é aguentar o seu marido, a sua esposa, o seu chefe, os filhos rebeldes, a pobreza ou coisa parecida que se diz por aí.

Tomar a cruz é não fazer como Pedro fez: rejeitar a palavra de Deus e fazer sua própria vontade.
Quem faz sua própria vontade ganha sua vida podre e perdida e perde a vida boa e salvadora de Cristo. Come as frutas vermelhas e venenosas daquela fazenda da ilustração, que é o mundo.

·         QUANDO COGITAMOS AS COISAS DE SATANÁS E SEUS INTERESSES?

Quando agimos contrários à Palavra de Deus. Tem muitos crentes servindo ao diabo, pois conhecem a Palavra de Deus e não a praticam. Fogem dela.
Nas circunstancias diárias, reagem na sua alma, com ira. Não procuram lembrar-se do que a Palavra de Cristo manda fazer.
Isto é cogitar as coisas de Satanas.

Pense naquelas circunstâncias. Os homens ridicularizaram, zombaram, desafiaram e riram Dele. Jesus tinha todo o direito de pedir ao Pai vingança, mas não o fez. Não havia rancor nem amargura no coração Dele. O que havia em seu coração era amor.
Entre o povo de Deus, em inúmeras oportunidades, nos sentimos ofendidos por alguém. Quando isso ocorre, o que fazemos? Reagimos com um espírito de clamor por vingança? Ou, pedimos ao Pai para perdoar?
Um espírito não perdoador é movido por ressentimentos e desejos de vingança. Por isso, reage como que administrando veneno em doses homeopáticas ao seu desafeto, tendo como objetivo exterminar a sua vítima, mediante cruel e prolongado sofrimento.
Pedro era uma pessoa bem impulsiva, aberta, direta e até rude. Um dia ele se aproximou de Jesus e fez a seguinte pergunta: Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete. Mateus 18:21-22.







·         O RESULTADO DE PEDER A VERDADEIRA VIDA
Rejeitar a Jesus Cristo e sua Palavra é fazer como Pedro: ter vergonha do evangelho simples que Deus nos deu. É se envergonhar de Cristo.

Marcos 8.38 -  Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos.

Muitos tem vergonha da Palavra de Deus, porque o mundo a despreza. Muitos tem vergonha de ser crente, de falar no nome  e Jesus, de ser envergonhado diante dos outros, porque a Palavra de Deus traz vergonha ara este mundo soberbo e perdido em ganancia.



Quando lemos o sermão do monte, vemos ali as características, ou o modo de vida dos filhos do reino dos céus. Eles são o povo da Cruz. Eles são humildes de espírito porque a Cruz de Cristo operou neles. Eles são os que choram, eles possuem um coração contrito diante de Deus.
Eles são mansos, eles estão sedentos, eles são misericordiosos, eles são puros de coração, eles são pacificadores. E, por amor de Cristo, estão sendo perseguidos, contudo se alegram. Essas são as pessoas que possuem o espírito da Cruz.
Eles estão exalando o bom perfume de Cristo. Podemos nos perguntar: Temos as marcas de nosso Senhor Jesus em nosso corpo? Que o Senhor tenha misericórdia de cada um de nós.




 Pr Fábio Alcantara 

Um comentário:

Loeci Estrela disse...

Essa palavra está marcada em meu coração e mente...mudou meu caráter. .obrigada