quinta-feira, 16 de julho de 2009

Não começar com muita expectativa

Sem cinismo, mas para meditar

É comum ver que tudo aquilo que recebe muitos elogios antes de acontecer não acontecerá depois o sucesso esperado. O real nunca pode alcançar o imaginado, porque imaginar a perfeição é fácil, mas atingi-la é muito difícil. O casamento da imaginação com o desejo concebe as coisas muito melhores do que elas são. A excelência – por maior que seja – não é suficiente para satisfazer a idéia inicial. Por isso, ao criar uma expectativa exorbitante, causa-se mais decepção que admiração.
A esperança é uma grande falsificadora da verdad. A sensatez deve refreá-la, procurando que o gozo do real supere o desejo do imaginário. Os inícios honrados servem para despertar a curiosidade e não para comprometer a tentativa final. O resultado é melhor quando a realidade supera ol que se pensou. Esta regra não vale para coisas ruins. Quando se exagera um mal e a realidade desmente a imaginação, o que a princípio parecia muito ruim chega a ser tolerável.


_

Nenhum comentário: