terça-feira, 14 de julho de 2009

Não deixe o sucesso subir à cabeça

Diz a história que, todas as vezes que os imperadores romanos voltavam à Roma de suas batalhas em triunfo, ao lado deles, na biga, seguia um sacerdote sussurrando para eles “Lembra-te de que és mortal”, enquanto o imperador seguia sendo aclamado pelo povo. Faz falta em nossos dias uma figura como a do sacerdote, já que certas pessoas, diante do sucesso ou de uma conquista profissional, se esquecem disso. Ser humilde, creditar o sucesso ao trabalho de toda a equipe, perceber que a importância é do cargo e que a grandeza é da empresa são qualidades que todo o líder elegante deveria cultivar. Mas, ao contrário, parece que algumas pessoas tiram os pés do chão e... o sucesso lhes sobe à cabeça. Nem sempre aquele que lhe adula e lhe bajula quer o seu bem, ou gosta de você. Na maior parte das vezes, o bajulador faz um desserviço e, por causa de um sem-número de pessoas bajuladoras, é que os desavisados perdem a noção da realidade e acreditam ser melhores do que os melhores: aqueles que lhe afagam sem critério não necessariamente são aqueles que gostam mais de você — “Lembra-te de que és mortal!”.

Não deixe o sucesso subir à cabeça. Cresça com as críticasJá citei aqui algumas vezes aqueles profissionais que, diante da demissão ou da aposentadoria, sofrem problemas de autoestima e acabam por se deprimir — eles são aqueles que achavam que eram muito importantes: a importância é da sua grande empresa e do cargo que você ocupava: “lembra-te de que és mortal!”.
Saiba ter sucesso com critério, jamais permita que o sucesso lhe suba à cabeça. Siga sendo grato a seus pares, saiba ouvir críticas, crescer e mudar com elas. Se você, a exemplo dos imperadores romanos, lembrar sempre da real medida das coisas e de sua real importância pessoal e profi ssional, seguirá em triunfo por este novo ano. A simplicidade e a humildade são atributos indispensáveis aos elegantes e aos líderes verdadeiros.

Nenhum comentário: