terça-feira, 14 de dezembro de 2010

A Desconstrução da Religião 3


Este é o terceiro bloco de notas com traços importantes na Bíblia. Do Pastor Glenio Paranaguá. Adquira o livro ao lado pela (http://www.livrariapalavradacruz.com.br/)



• Quando o tabernáculo de Moisés perdeu seu significado, na época de Eli, onde a Arca foi retirada do Santo Lugar, o Tabernáculo saiu de Silo, foi para Gideão, perto de JERUSALÉM. Nunca mais teve a Arca do Senhor no Seu interior. Davi tomou uma iniciativa, depois da sua 3ª unção,a unção do sacerdócio. Foi buscar a Arca que estava na casa de Obede-Edom, não trouxe para o Tabernáculo de Moises, mas construiu um novo. Um novo, onde não havia o Santo dos Santos, e ficava totalmente visível. Havia 12 cantores a 30 graus cada um deles, formando um ângulo de 360m graus, cantando 24 horas, em turnos. Era este modelo que Deus mostrou a Davi, como sendo modelo de pregação para o mundo.mas Davi tomou outro caminho. Ele morava em casa de Cedro. A Arca morava em Tabernáculo. Não achava justo! Quis construir um templo. Foi falar com Nata, que deixou. Mas Deus corrigiu Nata, dizendo que sempre morara em tenda. “eu sou um Deus dinâmico, que se move!”
• Às vezes Deus faz permissões. Mas não permitiu Davi construir. Disse que era o filho que iria construir. Deus se referia a Jesus! Não falava de Salomão! Mas este recebeu de Davi uma missão que Deus nunca pediu: a construção do Templo. Aquilo foi uma maldição para Israel. Por 3 vezes fora destruído, e por 3 vezes reconstruíram. Jesus disse: será destruído, mas em 3 dias será reconstruído.
• Quando a Igreja de JERUSALÉM teve problemas e fez o primeiro Concilio, Tiago chamou a atenção: não vai ser o templo, nem o Tabernáculo de Moises, mas sim o Tabernáculo de Davi. O Tabernáculo de Moises foi substituído, mas o de Davi. O Tabernáculo de Moises foi substituído, mas o de Davi não, pois o deste falava de Siao, apontando para a Nova Jerusalém, para a cidade de Deus, onde estão todos os povos redimidos. A religião quer sempre reconstruir o que Deus destrói.
• Abraão e os dois filhos. Isaque estava com 21 anos. Deus fala com Abraão: traga o teu único filho a quem amas. Aqui aparece pela primeira vez a palavra amar. Toda vez que aparece uma palavra pela primeira vez, significará em todo o restante da Bíblia, é a lei da primeira menção. Mas ele tinha dois filhos, mas Deus considera apenas Isaque. Abraão tinha em sua tenda alguém que não havia passado pelo altar. Abraão era um homem de altar, havia construído 4!. Isaque não havia passado pelo altar. A crise de Abraão era serie: teria que renunciar.
• Abraão disse que após o sacrifício, voltariam os dois. Ele sabia que Isaque era um Dom de Deus, não poderia ser retirado. É como o Evangelho. Todas as vezes que Deus faz um duplo chamado, há uma grande crise em Jogo.
• Houveram 7 duplos chamamentos na Bíblia: Abraão, Jacó, Moisés, Samuel, Marta, Pedro e Paulo. Tem um único chamamento duplo coletivo: Jerusalém!
• Abraão não matou Isaque fisicamente, mas saiu ressurreto do coração de Abraão. Não existe Evangelho sem morte. Todos precisam morrer. Sem a morte do velho homem não há vida de Cristo. Adão tem que morrer para que nasça Cristo em nós.
• Jacó e Esaú. São símbolos muito significativos. Nova ordem mundial, Graal, Ouro puro, auréola, tudo isto é religião da Babilônia, que tomou conta de Israel e da Igreja no tempo de Constantino. Duas crianças na barriga da mãe. Uma guerra. Rebeca clamou a Javé. Ele disse: na tua barriga existe duas nações. O maior servirá o menor. Deus só trata com duas pessoas: Adão e Jesus. Tudo o que Adão adquire, transmite para sua classe; tudo que Cristo vence e recebe, ele transmite aos que crêem, de modo espiritual. Um é natural, o outro é espiritual. Abel fala de Cristo, Caim de Adão. Ismael fala de Adão, Isaque de Cristo; Esaú fala de Adão, Jacó fala de Cristo. Mas Jacó, um trapaceiro!! Mas Jesus teve que entrar na raça dos trapaceiros. Tornou-se maldito, foi contado com os malditos. Esta história é muito mais rica do que imaginamos. Temos que quebrar um paradigma: o profano e o trapaceiro. O menu do profano é a ambição da carne. Esaú não tinha nenhum interesse pelas coisas espirituais. Seu ventre é que governava sua vida. Foi capaz de vender sua primogenitura por um prato de lentilhas. Esaú teve grandes prejuízos para o povo de Deus. Daria muito estudo sobre o problema da amargura de Isaque e Rebeca por causa do casamento de Esaú. Este teve um filho que chamou-se Elifaz, que teve um filho chamado Amaleque, que foi a maldição de Israel. Porque Saul não acabou com os amalequitas, um dos descendentes de Amaleque, por nome Amã, no reinado de Ester, prometeu acabar com os Judeus. Ele ofereceu ao Rei Assuero 10 mil talentos de prata pelo preço do povo. Quando Jesus falava de perdão, ele pegou a conta de Lameque, de quantas vezes se deveria perdoar e pegou a importância de Amã, 10 mi talentos de prata, para ser perdoado pelo povo de Israel, e se vocês não perdoarem, terão que pagar até o ultimo centavo. Israel está pagando tudo.
• A ultima guerra que teremos, dentro de 4 ou 5 anos, segundo o cronômetro de Deus, que às vezes altera seu cronômetro, por causa do seu kairós. As coisas não amadurecem e então Ele acrescenta um pouco. O povo iria ficar 400 anos no Egito, mas por causa de Moisés, o povo ficou 430! Pode ser que dentro do kairós de Deus atrase um pouco mas virá a guerra entre Israel e os descentes de Esaú e Ismael. Alberto Mancini fez o grande composto das 3 grandes guerras: 1914, 1939 e 2014. por isso vamos esperar. Em 2012 deve ser alinhada a questão da moeda (Grécia, Irlanda e Portugal que estão em falência). Não quebrarão só estes, mas o Brasil também. A economia do Brasil é falsa. O déficit interno do Brasil é uma farsa. Mas também os EUA vão quebrar; vai também a França, Inglaterra. Dois não quebrarão na Europa: Alemanha e Bélgica. Por quê? São os dois únicos países que têm o dízimo como obrigação na Lei, feita no tempo de Lutero. O dizimo não é da Lei, mas da Graça. Foi de Abraão a Melquisedeque, antes da Lei. Se um ímpio dizimar, ele vai ser abençoado. Porque Deus faz chover sobre maus e bons. O Dizimo não é para Deus, mas para nós. Ele nos cura da avareza. Deus não precisa de dinheiro. As igrejas são malditas, porque pagam mau os Pastores. A bíblia diz que os que Presidem, devem receber dobrados honorários. Não precisamos ficar ricos como pastores, mas não miseráveis como muitos pastores vivem. Por causa de igrejas mesquinhas.
• Esaú era profano, significa “estar fora do tempo”. Jacó passava para trás todo mundo. Quando ele não queria mais isto, resolveu fugir, e a esposa preferida dele rouba o ídolo dólar, e Deus teve que fazer um tratamento muito especial. Jacó chega ao Jaboque e vai como membro da olimpíada da fuga. Jaboque significa “que desce rápido”, e vai para o Jordão, que significa “aquele que desce para a morte”. JORDÃO começa no monte Hermon, com 3.800 metros de altitude e acaba no Mar morto, com 382 metros abaixo do nível do mar. O caminho de João Batista “convém que Ele cresça...”. Jacó entra como Atleta e sai como um atleta da pára-olimpiada. Muda de nome. Toda vez que Deus trata com o homem velho ele trata com o caráter. Adão morreu, Jacó morreu. Agora Cristo e Israel de Deus.

Nenhum comentário: